FashionSkribo apresenta… “Laggies”

E como prometido, hoje trago-vos a minha segunda sugestão cinematográfica desta semana. E desta vez a rubrica já voltei ao seu formato original, ou seja, com publicações nos dias de estreias dos filmes nos EUA. No entanto, até ao final do ano é capaz de haver mais algumas excepções.

Laggies_movie poster
Quando Megan, com 28 anos, visita a sua escola secundária para uma reunião, ao fim de 11 anos, ela apercebe-se que pouco mudou na sua vida. Ela ainda vive com o seu namorado do tempo da secundária, Anthony, e trabalha para a empresa de contabilidade do seu pai. Quando o seu namorado a pediu em casamento, ela entra em pânico e cruza no caminho de uma miúda de 16 anos, Annika, que a convence a comprar álcool para si e para os seus amigos, e Megan sai com eles durante o resto da noite. Depois, ela apercebe-se que ela precisa de tirar uma semana da sua vida e mente ao seu namorado, dizendo que está a ir para um seminário de negócios, mas em vez disso, ela vai passar algum tempo a casa de Annika, onde encontra o pai solteiro dela, Craig.

Realizado por Lynn Shelton (“We Go Way Back“, “Humpday“, “Your Sister’s Sister” e “Touchy Feely“), “Laggies” conta com a participação de Keira Knightley (“Pride & Prejudice“, “Atonement“, “The Dutchess” e “Anna Karenina“), Chloë Grace Moretz (“(500) Days of Summer“, “Kick-Ass“, “Let Me In“, “Carrie” e “If I Stay“), Sam Rockwell (“Confessions of a Dangerous Mind“, “The Hitchiker’s Guide to the Galaxy“, “Frost/Nixon“, “Iron Man 2” e “The Way Way Back“), Ellie Kemper (“The Office“, “Bridesmaids“, “21 Jump Street” e “Sex Tape“), Mark Webber (“Winter Solstice“, “Scott Pilgrim vs. the Wolrd“, “The End of Love” e “Save the Date“), Kaitlyn Dever (“Last Man Standing“, “Bad Teacher“, “J. Edgar” e “The Spectacular Now“), Jeff Garlin (“Curb Your Enthusiasm“, “The Goldbergs“, “Wall-e” e “Safety Not Guaranteed“), Tiya Sircar (“The Vampire Diaries“, “17 Again” e “The Internship”), Gretchen Mol (“Boardwalk Empire“, “Rounders“, “The Thirteenth Floor” e “The Notorious Bettie Page“), entre outros.

Até ao momento, o filme conta com uma classificação de 67% (com base em 33 críticas), no site de críticas – rottentomatoes. Este website apresenta a seguinte descrição: “Laggies‘ may not do as much with its ideas as it could, but it’s buoyed by a winsome performance from Kiera Knightley, as well as Lynn Shelton’s empathetic direction“.

Laggies_movie picture
Laggies” estreia hoje (24 Outubro) nos Estados Unidos da América. Até ao momento, este filme não tem estreia prevista para Portugal.

As informações foram retiradas dos seguintes sites: movieweb.com, en.wikipedia.org e rottentomatoes.com.

Quem é que tem curiosidade em ver este filme?

FashionSkribo apresenta… “Serena”

Hoje apresento-vos mais uma sugestão cinematográfica (e poderão contar com uma segunda sugestão amanhã também). Como tenho estado a dizer, na minha opinião, estamos a chegar à época mais “busy” em termos de estreias cinematográficas. E mais uma vez, estamos de volta à minhas excepções, no que toca a esta rubrica. Acho que é a primeira vez que estou a publicar uma sugestão sem o filme em questão ter uma estreia nos EUA (bem, há uma primeira vez para tudo, como se costuma dizer).

Serena_movie poster
Situado nas montanhas da Carolina do Norte na década de 1920, “Serena” é uma história de amor entre George Pemberton e a sua jovem mulher Serena, uma estreante no mundo dos negócios da exploração da terra e da madeira. A força e capacidade de liderança de Serena surpreende os trabalhadores e as ambições que ela tem sobre o crescimento da empresa aumentam à medida que se prepara para lutar contra o governo para manter as suas terras em vez de as vender para os Parques Nacionais. Mas a tragédia atinge este casal depois de Serena sofrer um aborto e descobrir que não pode mais ter filhos. Esta condição faz com que não consiga suportar a ideia do filho ilegítimo que o seu marido teve de uma relação anterior e acaba por contratar um dos funcionários para assassinar o filho antes de estes se conhecerem.

Realizado por Susanne Bier (“Brothers“, “After the Wedding“, “Things We Lost in the Fire” e “In a Better World“), “Serena” conta com a participação de Jennifer Lawrence (“Winter’s Bone“, “X-Men” film series, “The Hunger Games” trilogy, “Silver Linings Playbook” e “American Hustle“), Bradley Cooper (“Failure to Launch“, “He’s Just Not That Into You“, “The Hangover” film series, “Silver Linings Playbook” e “American Hustle“), Rhys Ifans (“Notting Hill“, “Enduring Love“, “Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 1” e “The Amazing Spider-Man“), Sean Harris (“The Borgias“, “24 Hour Party People“, “Prometheus” e “Deliver Us from Evil“), Toby Jones (“Harry Potter” film series, “Elizabeth I“, “Captain America: the First Avenger” e “The Girl“), Sam Reid (“Hatfields & McCoys“, “Anonymous“, “The Railway Man“, “Belle” e “The Riot Club“), David Dencik (“The Girl with the Dragon Tattoo“, “A Royal Affair” e “Regression“), Blake Ritson (“Upstairs Downstairs“, “A Touch of Frost” e “Da Vinci’s Demons“), Ned Dennehy (“Tyrannousaur“, “Blitz” e “Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 1“), Charity Wakefield (“Jane Eyre“, “Casuality 1907” e “Any Human Heart“), Michael Ryan, Kim Bodnia (“Pusher“, “The Journals of Knud Rasmussen” e “Love Is All You Need“), Ana Ularu, entre outros.

Ainda com pouquíssimas estreias, mesmo em festivais cinematográficos, este filme conta com uma classificação de 27% (com base em 11 críticas) no site de críticas – rottentomatoes.

Serena_movie picture
Serena” estreia, no Reino Unido, no próximo dia 24 de Outubro. Em Portugal, o filme tem estreia prevista para o dia 20 de Novembro. No entanto, o filme ainda não tem uma data definida para a sua estreia nos Estados Unidos da América, sendo que o mais provável é apenas tal acontecer em 2015.

As informações foram retiradas dos seguintes sites: movieweb.com, en.wikipedia.org, imdb.com, cinema.sapo.pt e rottentomatoes.com.

Quem é que tem curiosidade em ver este filme?

Let they inspire you #12

First of all, I’m sorry for my recent absence from the blog. This past week and a half has been totally crazy. This week is our first exam season. Because our semesters are divided in two blocks, and the 1st block ended last Friday, this is our exam week for the block 1’s modules. Thankfully, I had only two and I’ve already done them. Not sure how they went (and it’s something that I really don’t wanna think about right now), so I’m not gonna discuss it here. I’m just glad that I’ll have the rest of this week to rest before the start of the 2nd block, next Monday. However, I’m really excited about my next block.

Second of all, today I’m bringing you guys another outfit inspiration post. And today’s inspirations are going to be totally different from each other, since the weather in Portugal is totally the opposite of the weather in the Netherlands, now. This is actually really funny. So, while in Portugal it’s sunny and warm (or should I say really hot for Autumn), in the Netherlands we’re in the middle of a tropical storm (Gonzalo). It has rained a lot today (not as much as I thought though), but the worst has been the wind. I guess this is a bit of “welcome to Dutch Autumn”. I took these outfit’s from lookbook’s website.

look 236

look 237

look 238

look 239

look 240

look 241

look 242

look 243

look 244

look 245

look 246

30 Day Music Challenge #17

A song that you would sing as a duet with someone on karaoke…

Bem… Na realidade eu não me vejo a cantar em público. Só o faço em casa e é quando sei que estou sozinha, e a música está sempre alta o suficiente para eu quase nem me ouvir a mim mesma. E honestamente não faço ideia que música é que escolheria. No entanto, optei por esta porque simplesmente adoro a “cover” que fizeram no Glee. Eu sempre fui (e ainda continuarei a ser) fã das vozes da Lea Michele (Rachel) e do Darren Criss (Blaine). E as vozes dos dois juntas ficam absolutamente perfeitas.

Well, actually I don’t see myself singing in public. I only do it at home and it’s only when I know that I’m home alone, and the music it’s always high enough that I don’t almost hear me. And honestly I’ve no idea what song I would choose. However, I opted for this one because I just love the cover that they did in Glee. I’ve always been (and will always be) a fan of Lea Michele (Rachel) and Darren Criss’ (Blaine) voices. And their voices together, they’re just perfect.

Que canção é que escolheriam? | Which song would you choose?

Things I’m looking forward to (2014/2015)

sports
Netherlands National Team matches;
Germany National Team matches;
Champions League matches;
Bundesliga matches;
Eredivisie matches;

Rotterdam tennis tournament;
Stuttgart tennis tournament;
Düsseldorf tennis tournament;
Hamburg tennis tournament;
Strasbourg tennis tournament;
Roland Garros tennis tournament.

Watching sporting events such as the Olympic Games or the Football World Cup has always secondary effects on me. I don’t know why but as soon as those events start I have this urge to see all kinds of sporting events, what ends up by never happening because there isn’t much to see in Portugal (apart from the “Primeira Liga” – our major football league). But now that I’m in the Netherlands, a new window of opportunities just opened to me. As you can see from the list above, my all-time favourite sports are football and tennis. I could have added the World Swimming Championship but since it is going to be held in Mexico, it’s still too far away for me to attend it (as much as I’d like to).

I’m pretty sure I won’t be able to watch all of these, probably not even one, but a girl can dream right? Money-wise, these aren’t exactly the most cheap sporting events there is. I mean, football matches for the national teams should be quite cheap, but I think this is the only exception. I’d love to see a football match in Germany but that would mean more money to spend on a one-night stay there, so it is kinda off the question. And I can say the same for the tennis tournaments that aren’t in the Netherlands – well all of them except for the Rotterdam one.

And then, I don’t see myself going to a sporting event in another country without some kind of company, which in these cases is always complicated. I don’t know that many people here that would be willing to do this. Oh well, I guess I can set the Rotterdam tournament as my goal and hope that one of my favourite male tennis players will play there, next year (9-15 February 2015).

FashionSkribo apresenta… “The Judge”

Não sei porquê, mas parece-me que este ano estou a publicar posts desta rubrica com muito mais frequência que nos anos anteriores. Não sei se é porque há uma maior quantidade de bons filmes a estrearem este ano, ou se é porque estou a dar mais atenção a esta rubrica. Enfim… Hoje deixo-vos com mais uma sugestão cinematográfica.

The Judge_movie poster
Hank Palmer, um advogado, regressa à sua cada de infância, onde o seu pai, o juiz da cidade, é suspeito de um homicídio. Hank decide descobrir a verdade e, ao longo do caminho, reconectar com a sua família.

Realizado por David Dobkin (“Clay Pigeons“, “Wedding Crashers“, “The Change-Up” e “Jack the Giant Slayer“), “The Judge” conta com a participação de Robert Downey Jr. (“Kiss Kiss Bang Bang“, “Zodiac“, “Iron Man” film series” e “Sherlock Holmes” film series), Robert Duvall (“The Godfather“, “Apocalypse Now“, “Tender Mercies” e “Get Low“), Vera Farmiga (“Mind the Gap“, “The Departed“, “The Boy in the Striped Pyjamas“, “Up in the Air” e “Safe House“), Vicent D’Onofrio (“Household Saints“, “The Whole Wide World“, “Men in Black” e “Charlie Countryman“), Jeremy Strong (“Lincoln“, “Zero Dark Thirty” e “Parkland“), Dax Shepard (“Parenthood“, “Employee of the Month“, “Without a Paddle“, “Let’s Go to Prison” e “Hit and Run“), Billy Bob Thornton (“One False Move“, “Sling Blade“, “A Simple Plan“, “Love Actually” e “Eagle Eye“), Sarah Lancaster (“Saved by the Bell: The New Class“, “Cruel Intentions 2“, “Catch Me If You Can” e “The Good Doctor“), David Krumholtz (“Numb3rs“, “The Santa Clause 2“, “Serenity” e “This Is the End“), Emma Tremblay, Ken Howard (“In Her Shoes“, “Grey Gardens“, “J. Edgar” e “Blue Bloods“), Leighton Meester (“Gossip Girl“, “Country Song“, “The Roomate“, “Monte Carlo” e “The Oranges“), entre outros.

Até ao momento, este filme tem uma classificação de 50% (com base em 106 críticas) no site de críticas – rottentomatoes. Este site apresenta a seguinte descrição: “solidly cast and beautifully filmed but thoroughly clichéd, ‘The Judge‘ seems destined to preside over a large jurisdiction of the basic cable afternoon-viewing circuit”.

The Judge_movie picture
The Judge” estreia hoje (10 Outubro) nos Estados Unidos da América. Este filme tem a sua estreia prevista para o próximo dia 23 de Outubro em Portugal.

As informações foram retiradas dos seguintes sites: movieweb.com, en.wikipedia.org, cinema.sapo.pt e rottentomatoes.com.

Quem é que tem curiosidade em ver este filme?

FashionSkribo apresenta… “The Riot Club”

Hoje apresento-vos mais uma sugestão cinematográfica. Honestamente, penso que estamos a chegar à época mais “busy” no que diz respeito a estreias cinematográficas. Estamos nos últimos meses do ano, meses estes em que vários são os (bons) filmes a estrearem. Eu costumo publicar estas sugestões às sexta-feiras, quando os filmes estreiam nos Estados Unidos (pois estas são as suas estreias mundiais, por assim dizer), mas hoje é uma excepção.

O filme de hoje não só tem um tema interessante (embora seja pouco convencional), como também tem um elenco bastante bom. Uma coisa é certa, estou muito curiosa para ver este filme – se bem que não sei quando é que o farei. Este filme é baseado na obra “Posh” de Laura Wade.

The Riot Club_movie poster
Alistair and Miles, ambos com ligações aristocráticas, começam o seu primeiro ano na Oxford University, embora eles sejam muito diferentes. O Miles é mais terra-a-terra e está feliz por ter uma namorada de um estrato social mais baixo, Lauren, enquanto que o Alistair é mais snobe e tem como aspiração seguir as pegadas do seu tio, um Membro do Parlamento Inglês, do Partido Conservador (Tory). O elo em comum é que ambos tornam-se membros do “Riot Club“, um “drinking club” de longa data, que se orgulha no hedonismo e na crença de que o dinheiro pode comprar qualquer coisa. Depois de terem sido impedidos de entrar na maioria dos estabelecimentos em Oxford, eles acabam por ter o seu jantar anual num “country pub“, onde os seus comportamentos desordeiros acabam por irritar os outros clientes, embora eles reembolsem Chris, o senhorio. Eles contratam uma prostituta mas ela recusa-se a fazer sexo em grupo, mas de seguida, um deles liga à Lauren, quem eles incomodam para horror de Max. Ficando cada vez mais bêbados e ingerindo cada vez mais drogas, eles começam a destruir a sala e quando Chris chega e começa a reclamar, Alistair ataca-o barbaramente, mandando-o para o hospital. Embora chocados, nenhum dos outros tenta detê-lo, com a excepção do Miles, que é atacado antes de chamar uma ambulância. Os rapazes são todos presos, mas acreditando que o clube é mais importante do que o indivíduo, eles todos concordam em não prestar declarações e sugerem que Miles, o mais novo membro do clube, deverá assumir a culpa pelo ataque a Chris. Contudo, após provas forenses, Alistair é acusado e preso. Subsequentemente, Lauren deixa Miles, que decide não ter mais nada a ver com o “Riot Club“.

Realizado por Lone Scherfig (“Dogme 95“, “Italian for Beginners“, “An Education” e “One Day“), “The Riot Club” conta com a participação de Max Irons (“The White Queen“, “Dorian Gray“, “Red Ridding Hood” e “The Host“), Sam Claflin (“Pillars of the Earth“, “Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides“, “The Hunger Games” trilogy, “The Quiet Ones” e “Love, Rosie“), Douglas Booth (“The Pillars of the Earth“, “Worried About the Boy“, “Great Expectations“, “Romeo and Juliet” e “Noah“), Holliday Grainger (“The Borgias“, “Bonnie & Clyde“, “Jane Eyre” e “Great Expectations“), Freddie Fox (“St Trinian’s 2: the Legend of Fritton’s Gold“, “The Three Musketeers” e “Pride“), Natalie Dormer (“The Tudors“, “Elementary“, “Game of Thrones“, “W.E.“, “Rush” e “The Hunger Games” trilogy), Jessica Brown Findlay (“Downton Abbey“, “Labyrinth“, “Albatross” e “Winter’s Tale“), Sam Reid (“Hatfields & McCoys“, “Anonymous“, “The Railway Man” e “Belle“), Ben Schnetzer (“Happy Town“, “The Book Thief” e “Pride“), Matthew Beard (“And When Did You Last See Your Father?“, “An Education” e “One Day“), Tom Hollander (“Gosford Park“, “Pride & Prejudice“, “Pirates of the Caribbean” film series, “Valkyrie” e “About Time“), Anastasia Hille (“Cutting It“, “New Year’s Day“, “The Awakening” e “Snow White & the Huntsman“), Olly Alexander (“Summerhill“, “Enter the Void“, “Gulliver’s Travels” e “Great Expectations“), entre outros.

Até ao momento, este filme conta com uma classificação de 81% (com base em 32 críticas) no site de críticas – rottentomatoes. Este site apresenta a seguinte descrição “The Riot Club‘ may not be subtle, but it makes its points with power, using dark humor and a talented cast to offer a scathing indictment of unearned privilege”.

The Riot Club_movie picture
Como já mencionei no início, este post é uma excepção. E isto porquê? Porque este filme ainda não tem uma data para a sua estreia no Estados Unidos da América (estranho, eu sei). “The Riot Club” estreou dia 19 de Setembro no Reino Unido, e estreia hoje (9 Outubro) em Portugal.

As informações foram retiradas dos seguintes sites: movieweb.com, en.wikipedia.org, imdb.com e rottentomatoes.com.

Quem é que tem curiosidade em ver este filme?