My 2016 in Movies #1

Eu nunca fui muito consistente com a disposição desta rubrica, e honestamente não penso que este ano vá melhorar assim tanto. Mas considerando que eu não acredito que vá ver assim tantos filmes este ano (quero dizer, comparando com anos anteriores), eu acabei por decidir reduzir substancialmente o tamanho destes posts. Ao invés de publicar mais de 20 mini-críticas como tenho vindo a fazer até aqui, desta vez vou-me controlar e manter-me apenas no limite de 5 críticas por casa post. Contudo nada mudou no conteúdo desta rubrica, com a excepção de eu ir introduzir uns pequenos detalhes aqui e ali, para tornar estes posts mais completos e apresentáveis.

I have never been too consistent with the layout of this rubric and I don’t think this year will be any better. Considering that I don’t believe I will watch that many films this year (when compared with previous ones), I decided to substantially reduce the size of these posts. Instead of the 20+ mini reviews I used to publish, this time I’ll refrain myself from doing that and will stick to only 5 reviews per post. However nothing has changed in the content of this rubric, expect for the fact that I am adding a few details to make these posts more complete and presentable.

MaleficentGenre: Action | Adventure | Family
Year: 2014
Director: Robert Stromberg
Tomatometer: 49%
My rating: ★ ★ ★ ★

Esta é uma boa alternativa à versão clássica da Disney, não que eu consiga lembrar-me muito desta última – e nem se quer tenho a certeza se a vi. Eu não vou falar muito sobre o enredo do filme – antes que entre numa maré de spoilers sem fim – mas vou dizer isto: o filme tem um final consideravelmente bom, o que foi um dos aspectos que fez deste uma versão alternativa. É certo que volta e meia o filme tornou-se um bocado previsível, mas até que gostei dos seus elementos de surpresa.


This is a good alternative version to that of the classical Disney film, not that I can remember much from it though – and I’m not even sure I ever saw it actually. I’m not gonna say much about the plot before I give away any spoilers it by mistake but I’m gonna say this much. It has a pretty good ending, which is one of the factors that makes it an alternative version. It was a bit predictable halfway through but I still enjoyed its element of surprise.

MinionsGenre: Animation | Comedy | Family
Year: 2015
Director:  Kyle Balda | Pierre Coffin
Tomatometer: 55%
My rating: ★ ★ ★ ★

Este é um bom filme de animação que nos é capaz de entreter, perfeito para os mais pequenos, mas completamente adequado para quaisquer outras faixas etárias. Eu tenho de admitir que adoro estes bonecos e que eles são completamente fofos, pelo menos para mim. No entanto, o filme acabou por não ser tão hilariante como eu estava à espera. Obviamente tinha de existir uma história por detrás de todas as palhaçadas que fazem, daí a parte mais séria do filme, mas penso que podiam ter existido mais cenas hilariantes no filme. De qualquer modo continua a recomendar este filme.


This is a good entertaining animation film, perfect for the little ones but also perfectly reasonable for anyone else. I must say I love these cartoons and that they’re totally cute, well at least in my view. However, it’s wasn’t as funny as I thought it would be. Obviously there’s a story behind it and they needed to present it in a more serious way, but I think there could have been a lot more funny scenes in this film. I do recommend it though, without a doubt.

ProofGenre: Drama | Mystery
Year: 2005
Director: John Madden
Tomatometer: 62%
My rating: ★ ★ ★ ★

Eu sei que gostei deste filme e que poucas eram as expectativas que eu tinha em relação a ele, mas a verdade é mesmo assim ainda há uma parte de filme que acha que faltou qualquer coisa. I história é sem dúvida interessantes, mas várias vezes senti-me um bocado perdida devido às passagens do presente para o passado, apesar de este ser um detalhe necessário para o enredo. O problema é que às vezes tornava-se algo confuso. Eu gostei bastante da Gwyneth Paltrow; penso que ela fez um bom trabalho com a sua personagem. Apesar de eu estar à espera mais do Jake Gyllenhaal, eu sinto que o modo como a sua personagem foi escrita não lhe deu liberdade para fazer muito mais com ela.


I know that I liked this film and that I didn’t have that many expectations about it, but still some part of me feels like something is missing. It has an interesting story but it felt like it got lost sometimes due to constant passages from the present time to flashbacks, though this absolutely necessary for the plot. It just got a bit confusing sometimes. I really liked Gwyneth Paltrow; I think she did a good job with her character. Even though I was expecting more from Jake Gyllenhaal, I feel like the way his character was written he couldn’t have done a lot more than what he did.

Paper TownsGenre: Drama | Mystery | Romance
Year: 2015
Director: Jake Schreier
Tomatometer: 56%
My rating: ★ ★

Este é a vossa típica e cliché comédia-romântica para adolescentes. Eu não posso comparar este filme ao livro porque nunca o li, mas indo pelo que é retratado no filme, o enredo não é assim nada de extraordinariamente inovador, ou pelo menos diferente do que se tem feito nos últimos anos. Apesar de a maioria dos filmes destes género serem baseados no mesmo enredo, em que um rapaz e uma rapariga conhecem-se e vivem felizes para sempre, este filme acaba por fugir um pouco ao lado disto. Contudo o seu final não deixou de ser previsível e um pouco cliché. Mas apesar de tudo isto, a verdade é que este filme tem umas quantas cenas hilariantes e é, no seu geral, capaz de nos entreter.


This is your typical cliché teen romantic comedy. I cannot compare it to the book because I’ve never read it, but only from the film itself the plot doesn’t seem to be that interesting, or at least different from what has been done in past years. Even though most of these films are based on the same plot line of boy meets girl and both end up together, this film for a change portrayed something slightly different. Its ending was nonetheless predictable and cliché. Despite it all, it has some funny moments and it’s overall entertaining.

Leap YearGenre: Comedy | Romance
Year: 2010
Director: Anand Tucker
Tomatometer: 21%
My rating: ★ ★

E esta é a vossa típica comédia-romântica para adultos. Não há uma única cena neste filme que não consiga ser prevista, considerando que este tipo de enredo já foi usado mais de 100 vezes. É no entanto um filme que nos entretem e que tem os seus momentos divertidos, provavelmente os dois aspectos positivos que consigo realçar. De qualquer outro modo, não vale assim tanto a pena, a não ser que estejamos completamente aborrecidos.


This is your typical and cliché romantic comedy. There’s no scene in this film that can’t be predicted, considering that this sort of plot has been used hundreds of times. It is nonetheless entertaining and a bit funny, probably the only two positive features about this film. Otherwise it isn’t really that worth it, unless we’re really bothered out of our minds.

Já viram algum destes filmes? O que é que acharam? | Have you seen any of these films? What did you think about it?

11 thoughts on “My 2016 in Movies #1

  1. sweet says:

    O Paper Towns não é dos meus livros preferidos do John Green, ainda assim a parte da roadtrip é só uma das melhores coisas desta vida. Acho que isso se perdeu um bocado no filme, mas ainda assim houve cenas que gostei muito de terem adicionado (que não existem no livro) como a parte dos Pokémon xD

    Like

  2. Jota says:

    Só ainda vi o “Paper Towns” e foi uma das desilusões de 2015. Adorei “A Culpa é das Estrelas” e estava a contar com algo tão bom ou melhor do que esse filme e pronto, desiludi-me imenso. A história, pelo que ouvi dizer, foi super mal adaptada. Cortaram cenas importantíssimas do livro e tenho a certeza que se o tivesse lido seria um choque ainda maior xD

    Like

  3. Nádia says:

    Só não vi Minions e Paper Towns.Talvez por gostar muito de ambos os protagonistas ou por no dia em que o vi estar com a disposição perfeita para uma comédia romântica, gostei mesmo de Leap Year.É daqueles filmes de aquecer o coração🙂

    Like

  4. Miguel says:

    Pois, então não deste mesmo pelo tempo passar. O que é ótimo. Assim dá mesmo a sensação de que passa rápido mas que, ao mesmo tempo, consegues aproveitar bem!

    Também gosto imenso de tirar fotografias às paisagens aqui da cidade ou até mesmo às casa. Há dias dei por mim parado numa das ruas principais – pela qual passo todos os dias -, a observar os detalhes de um prédio. Fiquei deliciado😛

    NEW TIPS POST | Products against PimplesInstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me😀

    Like

  5. Ricardo says:

    Da tua lista, só não vi o “Proof”. Dos restantes, “Maleficent” é sem dúvida o melhor, e depois venha o diabo e escolha haha. Uma coisa é os Minions aparecem como personagens secundárias no “Despicable Me”, mas um filme só à volta deles é demasiado. Não achei piada nenhuma e acabei por ficar completamente saturado pelos bonecos amarelos. Se os achava queridos, agora não os suporto. “Paper Towns” é um autêntico lixo. O livro já não é bom, mas conseguiram piorar com a adaptação cinematográfica, pouco fiel ao original. “Leap Year” já vi há uns bons aninhos e concordo, não é nada de mais, mas serve para passar o tempo. Ao menos conta com a Amy Adams que é uma excelente actriz🙂

    Like

  6. Cátia Reis says:

    Olá minha querida.
    Destes filmes, já vi o primeiro e o segundo e adorei ambos. Muito bem feitos e óptimos para ver com crianças!🙂
    R.: Não lamentes querida, eu não lamento nada…na primeira e segunda semanas foi muito difícil habituar-me a uma rotina sem ele, sem o contacto diário. Depois não sei o que aconteceu, mas deu-se um clique em mim: eu quero uma pessoa que goste de mim a 100%, não a 50% ou menos. Quero uma pessoa leal, eu neste mês descobri que ele me andava a esconder inúmeras coisas (por exemplo, tinha um facebook alternativo que eu desconhecia, com fotos que eu nunca tinha visto, entre outras coisas piores). Quero um HOMEM, não tirei curso de educadora de infância. Sempre fui uma boa namorada e amiga, não me arrependo de nada do que fiz, porque não fui eu que quebrei promessas. Espero que ele seja feliz, porque não lhe desejo mal algum, até porque foi a primeira pessoa que amei mesmo e com a qual tive experiências maravilhosas e únicas. Mas passou…foram boas experiências que me fizeram crescer como pessoa e aprendi muito de tudo o que passei.
    Os últimos meses do Mestrado tem sido uma correria, nem te consigo explicar…montes de consultas, não consigo a aprovação da Comissão de Ética para a minha tese, falta sempre algo (chatos da treta). De resto, vai rolando🙂
    E tu, o que contas?
    Beijinhos.

    Like

  7. Miguel says:

    Gosto do facto de estarmos sempre em sintonia, para te ser sincero ^^, Sem dúvida que considero o dourado como base em que todas as cores aliadas a ele ficam bem. É como se de um nude se tratasse😀

    Tenho imensa pena de ainda não ter tido hipótese de ver nenhum. Tenho mesmo de me começar a atualizar. Sou um nabo no que concerne à área cinematográfica tal como já te disse. Estou espectante com o da Maléfica😛

    NEW INSTAPLEASURE POST | What happened in my February …😦
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me😀

    Like

  8. alexis says:

    Destes todos só ainda tinha visto o leap year e concordo contigo é um filme previsível e fácil de ver, bom para quando estamos aborrecidas!! Quero muito ver os dois primeiros filmes que falaste!!

    Like

Say what's on your mind

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s