Desabafo #24

163Acho que pensei em mil e um diferentes textos para escrever hoje, mas vou optar pela parte mais civilizada de mim. Eu poderia escrever um texto sem fim sobre estas eleições ou quaisquer outras, porque mais coisa menos coisa elas são todas iguais. São todas uma fachada e uma palhaçada autêntica todos os anos. E a parte mais incrível é que alguns candidatos vieram dizer que “ai e tal o objectivo é restituir a confiança na política”. LOL, senhores, LOL é a única coisa que eu tenho a comentar. Se esse era o objectivo, deixem-me dizer-vos que o plano saiu completamente ao lado porque conseguiram exactamente o oposto. Não só quiseram fazer as pessoas (votantes neste caso) passarem por parvas – sim sim senhora (senil), seus direitos uma ova que aquilo são é privilégios com o P que vai daqui até à Lua e volta -, como fizeram-nos perder o nosso tempo ao entrarem em guerrinhas de crianças de cinco anos a ofenderem-se uns aos outros.

Por ser talvez pouco ortodoxo, deixei este post agendado para a madrugada de hoje. E no caso de ofender algumas susceptibilidades, well… I don’t really give a fuck. E deixem-me acrescentar, o gif deste post tem estado em linha de espera há semanas, especialmente guardado para esta ocasião, e não podia fazer mais jus ao que este post representa mesmo.

Eu sei que votar é um direito e um dever, mas protestar ou contestar também é um direito nosso, e ontem (24 Janeiro) achei que o meu direito ao contesto era de maior causa e bem mais importante, portanto foi este que prevaleceu. De um modo sucinto, depois da palhaçada que foram as últimas eleições legislativas e já que o meu voto foi com os porcos porque suas excelências (os deputados e afins) andam à luta pelo poleiro como um bando de galos – ups não peço desculpa, como um bando de galinhas -, eu recuso-me a votar para o quer que seja neste e para este país. Fight me on this all you want, mas eu vou usar o meu voto na abstenção como modo de protesto contra a nossa política da treta, que é aquilo que é ela verdadeiramente. Até que arranjem candidatos não gananciosos por poder – que honestamente nem que as vacas tussam alguma vez irá acontecerRECUSO-ME A VOTAR PARA QUAISQUER QUE SEJAM AS ELEIÇÕES EM E PARA PORTUGAL!

À custa desta luta estúpida pelo poleiro, os nossos políticos – até me custa usar esta palavra porque, ao associar estas coisas insignificantes a verdadeiros políticos, estou a ofender estes últimos – só nos vão mandar numa descida sem paragens e com destino directo à fossa abissal mais próxima. SO DON’T COUNT WITH ME FOR THIS CHARADE! I’M OUT BITCHES. MAY YOU ALL BURN IN HELL FOR YOUR LIES AND SINS!

*ahh sim, este é o meu lado mais fofo e civilizado desta questão*

One thought on “Desabafo #24

  1. S says:

    Tive a mesma opinião durante muito tempo… e infelizmente cho que votar ou não não vai nunca mudar nada, não te apoquentes com isso ! Tenho um novo cantinho já agora, mas não queria associar a este, vou-te mandar o link por mail🙂

    Like

Say what's on your mind

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s