Graduation Day

Ontem foi a minha benção das fitas. E é completamente inacreditável como é que já estou a acabar o meu curso. Honestamente, parece que ainda ontem entrei pela faculdade a dentro pela primeira vez (bem, primeira não foi porque já lá tinha ido umas quantas vezes; mas sim primeira vez como aluna). Cada vez penso que o tempo passa super depressa. E assim já só me faltam mais duas semanas de aulas. Mais uma vez, nem acredito que já estou mesmo na recta final.

Sem grandes expectativas em relação à benção, acabei por gostar dela. Passámos todos um calor que nem imaginam, e ainda por cima os trajes são todos pretos – o que se safa é mesmo as camisas brancas. Bem inteligentes foram aqueles que foram sem o traje. Eu gostei bastante de estar com o meu traje vestido, não só porque é um símbolo académico por excelência, mas também porque era o traje da minha mãe: foi tipo 2-1 (traje com valor simbólico, e basicamente de borla). O ambiente foi espectacular durante toda a benção. Apesar de tudo, eu tenho uma grande queixa (bem, eu e toda a gente que ficou do lado direito da Alameda da Universidade): não ouvimos nada, mas mesmo nada, da missa. Os altifalantes não estavam a funcionar, e nem sei se alguém reparou nisso – para além dos estudantes e familiares -, ou tentou resolver o problema, porque estivemos a benção toda às cegas. Mesmo para alguém não religioso como eu, gostava de ter podido ouvir a benção. Enfim… Isto fez um bocado que a benção tenha sido um grande “fail” na história dos maiores “fails”.

benção fitas
Yesterday was my graduation day. It is completely unbelievable that I’m already ending my graduate degree. Honestly, it feels like I’ve just entered yesterday in university. The more time passes, the more I think it passes to quickly. And I’m only two weeks away from saying “no more classes to me”. Once more, I can’t believe I’m already finishing my degree.

For those of you who are not familiar to our university traditions, our graduation day it’s called – “benção das fitas”, or “queima das fitas” (the main different is that ribbons are burnt in the second ceremony) – mine was the first. This ceremony is only composed of an 1h mass celebrated by the patriarch of the city where you study. You can see in the image above the ribbons I mention in this paragraph. These ribbons are signed by friends and family members of each student.

I didn’t have much expectations about this day, but I did enjoy it. It was quite difficult to stand all that time in the open field because it was so so hot yesterday; and on top of it, our outfits are all black (as you can see in the image – the only exception is the white shirt). Whoever chose not to wear these outfits was very smart. I really like this part of our academic tradition, not because of the outfit itself (not quite fond of it), but because it was my mum’s – this outfit was not only for free, but it had also a sentimental value to me. The whole atmosphere was super awesome. However, I have to complain about something (well, me and everyone else that was on the right side of the open field): we didn’t hear a single thing during the entire mass. The speaks weren’t working, and I don’t even know if someone noticed it – besides the students and its families -, or if someone tried to fix it. Even for someone not religious as me, I would have liked to been able to hear the mass. Oh well. This ended up by making this ceremony a total fail, in the whole history of biggest fails.

9 thoughts on “Graduation Day

  1. Hibiscus says:

    Parabéns🙂 O tempo passa tão rápido, parece que ainda foi ontem que entrei para a universidade e estou como tu, sou finalista. Este ano fico licenciada.

    O meu traje era o da minha irmã por isso também tem um gostinho especial🙂

    Like

  2. cláudia pereira says:

    o tempo passa tão rápido.. eu também termino este ano a licenciatura, a minha benção e queima das fitas é no final deste mês! parece que ainda ontem entrei para a faculdade..

    Like

  3. Audrey Deal says:

    Eu sei bem o calor que passaram, também lá estive aquelas horas todas ao sol, as minhas costas estão mais bronzeadas aha

    Like

  4. Blackbird says:

    Eu sinto tudo o que tu referiste no primeiro parágrafo, tal e qual!
    Achei piada ao facto de teres usado o mesmo traje do que a tua mãe. Deve ter um significado ainda mais especial assim🙂

    Like

Say what's on your mind

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s