Desabafo #5

Depois de ter vindo das minhas seis semanas de escavação em França (no Verão passado), uma das coisas de que mais senti falta foi de falar em inglês. Sei que soa estranho pois em França fala-se francês, mas a verdade é que como estávamos a trabalhar com uma equipa americano-canadiana, comunicávamos uns com os outros apenas em inglês. E, além do mais, cada vez tenho uma maior fascinação por esta língua, o que explica um pouco porque é que eu vou escrevendo alguns posts em inglês. Desde há uns anos para cá que já cheguei ao ponto de estar a “pensar para os meus botões” em inglês. E às vezes parece que não consigo transmitir realmente o que sinto se não for por meio de expressões em inglês. Sei que é uma coisa pouco usual, mas esta é sem sombra de dúvidas a minha língua favorita: gosto do facto de ela ser tão fácil de aprender visto que tem uma gramática consideravelmente simples (quando comparada com a nossa, com a francesa e até mesmo com a alemã) e adoro o modo como ela soa, especialmente se for com alguma das pronúncias do Reino Unido ou da Irlanda.

Eu não consigo traduzir o quanto eu adoro esta língua para palavras, por isso deixo que o excerto seguinte faça esse trabalho por mim: “[…] It was too polluted. It was free-thinking. It was a language of radicals like Shakespeare and Chaucer […]” (excerto retirado do filme ‘Angels & Demons‘). Em relação ao clip que coloquei no início do post, eu escolhi-o porque: (1) a pronúncia da Escócia é uma das minhas favoritas por ser diferente (verdade seja dita, o normal é dizermos que gostamos é das pronúncias da cidade de Londres – que é aquela que facilmente se diz que é a pronúncia inglesa, embora estas sejam muitas e variadas); (2) eu gosto bastante deste actor – Robert Carlyle – e da série em que ele participa – “Once Upon a Time”.

Há alguma língua pela qual tenham um gosto especial (sem incluir a nossa língua materna)?

9 thoughts on “Desabafo #5

  1. cláudia pereira says:

    bem, gostei mesmo muito da entrevista! eu tenho uma relação de muito amor com o inglês, damo-nos muito muito bem.. quanto ao francês, estou apaixonada, mas como não pratico frequentemente é mais uma paixão platónica ahah

    Like

  2. Danny says:

    eu também adoro o inglês, por ser tão prático. e já está tão entranhado. e a pronúncia britânica, ui ui, que prazer que é ouvi-la!
    mas também adoro o francês precisamente por ser o oposto. enrolo-me toda a falar, mas adoro, é tão expressiva!

    Like

  3. Audrey Deal says:

    Bem a entrevista está fantástica. Eu e o Inglês ainda não temos uma relação assim tão próxima, infelizmente!

    Like

  4. Chloe says:

    Eu também adoro o Robert!😛

    Eu nunca tive necessidade de falar com alguém em inglês pessoalmente visto que nunca fui para o estrangeiro e não conheci alguém que não falasse português mas mesmo assim sinto necessidade de “treinar” a língua. Sempre adorei inglês por isso vejo os episódios de algumas séries sem legendas. Percebo tudo excepto nas séries em que algumas personagens têm um sotaque britânico mais acentuado.🙂

    Like

Say what's on your mind

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s